Ceará Cresce Brincando

Aqui se cresce brincando!

Arquivos Mensais: setembro 2011

Mês da criança começa com inauguração de brinquedoteca

Nada melhor do que comemorar uma data dedicada às crianças oferecendo a elas o direito de brincar muito, ler, se divertir, contar história, praticar esporte, dar asas aos seus sonhos e fantasias. É isso que as crianças, os adolescentes e as famílias de Brejo Santo/CE farão ainda mais depois da inauguração da brinquedoteca do Programa O Ceará Cresce Brincando que acontece no próximo dia 3 de outubro, às 8h na Praça Padre Cícero.

Criança brinca em um dos espaços de referência do brincar do programa

Esta já é a 13ª brinquedoteca inaugurada pelo Programa. Até o final de 2011, outros sete espaços de referência do brincar serão entregues ao estado do Ceará. O CCB acredita que o direito ao brincar, ao esporte e ao lazer é tão essencial para o desenvolvimento da criança e do adolescente, como o direito à saúde, educação e proteção. Por isso, o programa está lançando uma nova fase que engloba outros 21 municípios cearenses. Educadores sociais brinquedistas desses municípios receberão uma formação de 220 horas-aulas e se capacitarão como fortalecedores da cultura do brincar e do esporte educacional. A primeira etapa da formação começa também em outubro, no dia 10.

O Programa foi idealizado pelo UNICEF e Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará (APDMCE), contando com o apoio do Instituto Stela Naspolini (ISN) e Companhia de Energia Elétrica do Ceará (COELCE).

Anúncios

Um festival de teatro inteirinho só para a criançada

Um universo cênico vai ser abrir para as crianças neste início de outubro! O I Festival de Teatro Infantil do Ceará (FIT) quer democratizar o acesso à cultura e a uma programação infantil de qualidade. Em Fortaleza, o FIT vai acontecer entre os dias 1º e 7 de outubro, no Dragão do Mar, no SESC Iracema, no Passeio Público e no Centro Cultural Bom Jardim. Em seguida, o FIT chega a Sobral e apresenta seus espetáculos de 8 a 12 de outubro, no Teatro São João.

A lista de artistas selecionados está recheada. Nomes como Ângela Escudeiro, Grupo Bagaceira, Atores a Deriva, Os Brincoleiros e Pavilhão da Magnólia já estão confirmados. Além dos espetáculos, o FIT está organizando o Workshop de Teatro Visual, as oficinas Entre Sombras e Transparências, e de Direção Teatral com Foco no Teatro Infantil. Para se inscrever, basta enviar um email para formativa.tic@gmail.com, com nome, email, telefone e CPF.

A dramaturga e diretora teatral que revolucionou a forma de fazer teatro infantil, Maria Clara Machado, será a homenageada desta primeira edição do Festival. Através de suas peças, Maria Clara encanta e diverte até os dias de hoje, milhares de crianças, jovens e adultos. Estão na lista de “best-sellers” da autora Pluft, o fantasminha, A bruxinha que era boa e A menina e o vento.

Confira a programação dos espetáculos de abertura do Festival, que acontece no dia 1º de outubro:

16h – O circo de toda gente: Antônio Brasileiro, o Equilibrista (Fortaleza/CE)

Teatro de Lambe-Lambe com Ângela Escudeiro

Local: Espaço Arena – Dragão do Mar

17h – Uma noite em claro – Cia Fios de Sombra (Campinas-SP)

Local: SESC Iracema

18h – Tchu-Tchu-Tchu – Grupo Paraladosanjos (Campinas – SP)

Local: Teatro Dragão do Mar

A entrada é franca! Vai perde essa?

Mais informações:

Assessoria de Imprensa: Sônia Lage e Eugênia Nogueira
Tel: (85) 3252.5401 / 9989.5876 / 9989.3913
degage@degage.com.br / http://www.degage.com.br/

UNICEF segue arrecadando para a crise alimentar na África

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) no Brasil já levantou R$ 55 mil em prol das crianças e famílias da região do Chifre da África. Este montante será integralmente utilizado nas ações de combate à grave crise alimentar, agravada por uma forte seca que assola os países daquela região.

O UNICEF lançou um apelo global para a mobilização de U$S 363,7 milhões para a resposta a esta grave situação, que já custou a vida de dezenas de milhares de crianças e adolescentes. Até o momento, foram arrecadados em todo o mundo U$S 272 milhões.

Para se ter uma ideia, somente na Somália, 190 mil crianças menores de cinco anos de idade estão severamente mal nutridas, ou seja, em risco iminente de morrer, risco este 9 vezes maior do que o de um criança saudável. Cerca de 1,5 milhões de crianças no sul do país precisam de ajuda humanitária imediata. Em agosto, outras 450 mil crianças entre seis meses e cinco anos de idade sofriam de um quadro de desnutrição aguda.

Para fazer a doação, basta acessar o site https://secure4.netpoint.com.br/unicef/africa/ ou realizar um depósito bancário na conta Bradesco Ag. 3416-9, CC 142.700-8 ou pelo telefone 0800-601-8407.

Saiba mais sobre a crise humanitária no Chifre da África em nosso site especial: www.onu.org.br/chifredaafrica

FONTE: http://www.onu.org.br/unicef-segue-arrecadando-para-a-crise-alimentar-na-africa/

Rede da Primeira Infância realiza a I Semana Estadual do Bebê

A Rede Estadual da Primeira Infância (Repi-Ce), por meio do Instituto da Infância (Ifan), UNICEF e da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), realiza no período de 21 a 26 de setembro, a I Semana Estadual do Bebê. Com o slogan “Proteger e Cuidar do Bebê é Obrigação de Todos Nós” o evento tem como objetivo mobilizar os diferentes setores da sociedade – famílias, governo, setor privado e não governamental, acerca da importância do proteger e cuidar do bebê, para construção de uma sociedade mais desenvolvida e menos violenta.

Para dar início às atividades da Semana acontece no dia 21, às 14h, na Assembléia Legislativa, uma Audiência Pública que visa discutir A Importância do Primeiro Ano de Vida” com a participação do Dr. Álvaro Madeiro Leite. No segundo momento teremos um debate com a Rede Estadual da Primeira Infância, Rede Não Bata Eduque, Rede Creche para Todos e Fundação Abrinq acerca o papel das redes no contexto da 1ª Infância. Ainda no dia 21, às 16h, na Praça Luiza Távora, uma ação em torno do Dia Nacional de Luta pelos Direitos da Pessoa com Deficiência. Para marcar o dia haverá será distribuído material informativo acerca do tema.

Já no dia 22, às 9h, na Secretaria de Saúde do Estado, no Auditório Waldir Arcoverde, acontece o Lançamento da Campanha “Antibiótico – 1ª dose imediata”, em parceria com a Pastoral da Criança e Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (COSSEMS). Ainda durante a manhã acontece o lançamento do “Guia dos Direitos da Gestante e do Bebê”, publicação elaborada em parceria com a Editora Globo, UNICEF e Ministério da Saúde. Outra ação que merece destaque acontece no dia 23, durante toda a manhã, no Abrigo Ta Júlia e na Creche do Instituto Penal Paulo Sarasate (IPPS) com o desenvolvimento de atividades lúdicas para as crianças que vivem nestes espaços. As atividades seguem ao longo da semana (confira programação logo abaixo).

A atenção em torno da primeira infância está relacionada à necessidade do cuidar infantil ainda no período da gestação. Está comprovado cientificamente que o cérebro muda muito na primeira infância e se reorganiza, dependendo dos estímulos que recebe. É nesta fase da vida que o ser humano desenvolve suas capacidades cognitivas, motoras, socioafetivas e de linguagem, afirmam especialistas.

A primeira infância é definida como o período compreendido desde o nascimento até os 6 anos de idade. Entretanto, o Comitê dos Direitos da Criança, em seu Comentário Geral nº 7, recomenda que os países definam como a primeira infância o período compreendido desde o nascimento até os 8 anos, como forma de incluir, em nível global, todas as crianças até a transição para a escola. Ao investir na primeira infância e assegurar às crianças o direito à proteção, à saúde e à educação de qualidade, promove-se a redução das desigualdades. O investimento nesse período garante à criança, além de todos os direitos definidos em lei, o direito nascer, crescer e se desenvolver com saúde, viver em segurança no aconchego de uma família e da comunidade. Esses direitos são assegurados por meio de políticas públicas. Esta, porém, não é tarefa apenas do Estado, mas de toda a sociedade.

A atenção à primeira infância merece destaque quando observamos indicadores do estado do Ceará. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), em 2008, 4,5 milhões dos trabalhadores tinham entre 5 e 17 anos. Estas pessoas perderam o direito de ser crianças, de brincar, de estudar, de ter uma vida saudável.

Histórico:

A Semana do Bebê foi criada originalmente em Canela-RS há onze anos para incentivar políticas públicas em prol da primeira infância. Em nosso Estado esta semana foi regulamentada através da Lei Nº14.841, de 28/12/2010, significando um avanço e compromisso da esfera pública com o desenvolvimento integral da criança e o engajamento do Governo do Estado na Rede Estadual da Primeira Infância- REPI-CE.

Instituições que compoem o grupo gestor da REPI-CE

APDMCE; ONG Catavento, Comissão da Infância e da Adolescência da Assembléia Legislativa, (CIA), Conselho Estadual de Educação (CEE), Governo do Estado do Ceará (Secretaria da Educação Básica (Seduc), Secretaria da Saúde (Sesa), Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), Instituto da Infância (Ifan), Instituto Stela Naspolini (ISN), IPREDE, Pastoral da Criança, Sociedade Cearense de Pediatria (Socep) e UNICEF.

Mais informações:

Luana Amorim – Assessora de comunicação do Instituto da Infância (Ifan)

(85) 8836.5570

CONFIRA AQUI A PROGRAMAÇÃO

164 municípios cearenses se encontram no Café Mundial do Selo Unicef

Municípios trocam experiências durante o Café Mundial

Nos dias 12 e 13 de setembro, prefeitos, primeiras-damas e secretários da assistência, da saúde e da educação de 164 dos 184 municípios do Estado do Ceará se encontraram no café Mundial realizado pelo Selo Unicef e executado pela Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará (APDMCE), com apoio do Instituto Stela Naspolini.

O objetivo do encontro foi analisar em que ponto do plano de ação está cada município. Segundo Ana Márcia Diógenes, coordenadora do escritório do Unicef para os Estado do Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte, “esse foi um encontro muito rico de experiências, pois os municípios tiveram a oportunidade de avaliar os seus indicadores, reconhecer os desafios e conhecer as experiências dos outros municípios”.

A metodologia do Café Mundial não se baseia em palestras, mas em momento de conversas e trocas em que todas as pessoas tem o seu espaço para falar o que tem desenvolvido com êxito no seu município. Agora, gestores e secretários retornam conscientes do que ainda precisam realizar neste um ano que resta de Selo Unicef Edição 2009-2012 para alcançarem a certificação.

O consultor Flávio Mesquita conduz os trabalhos do Café Mundial

Rui Aguiar, oficial de projetos de educação do Unicef, lembro que o Selo Unicef Municípios Aprovado nasceu no Ceará e isso só foi possível porque encontrou aqui pessoas determinadas a fazer um Estado melhor para todas as crianças e adolescentes que aqui vivem. “Garantir os direitos de crianças e adolescentes é garantir um município sem miséria. E garantir um município sem miséria é ter um Brasil sem miséria”, afirmou Aguiar.

“Estou muito feliz com este Selo porque estou vendo a população do município interessada, além da boa relação entre prefeitos, primeiras-damas e secretários que este encontro está proporcionando”.

Francisca Arraes – Articulado do Selo em Antonina do Norte

“Este momento está sendo muito bom, porque por mais que você já tenha conseguido a certificação em outras edições, você percebe que sempre tem algo novo pra aprender”.

Diógenes Sousa – Articulador do Selo no município de Pacoti

“É importante salientar a mudança do tempo para três anos de Selo nesta edição. É quando a gente pode realmente mudar alguma coisa de forma edificante e não paliativa. Estou muito feliz de participar deste momento de comunhão de ideias e de sonhos”.

Ana Luiza Torquato – Articuladora do Selo no município de Barro

Filmes infantis vão pipocar por todo o Ceará

Seja no Cariri, no Sertão Central, na Região Metropolitana, ou no norte do Estado. Entre os dias 22 e 29 de outubro, milhares de crianças estarão reunidas em frente a uma tela de cinema assistindo a um filme infantil, com direito a saquinho de pipoca e muita diversão.

O Instituto Stela Naspolini (ISN), parceiro do Programa O Ceará Cresce brincando (CCB), está trazendo ao Ceará a Mostra de Cinema Infantil, destinada aos municípios inscritos na edição atual do Selo Unicef Município Aprovado. Para participar, o município interessado deve se inscrever pelo email institutostelanaspolini@yahoo.com.br até o dia 16 de setembro e atender alguns critérios necessários para garantir a exibição dos filmes, como ter projetor, aparelho de DVD, caixas de som amplificadas; garantir o transporte das crianças das escolas até o local de exibição da Mostra, entre outros que serão disponibilizados através de um documento aos municípios que entrarem em contato com o ISN.

E para receber a Mostra de Cinema Infantil é obrigado ter um cinema no município? Claro que não! O “clima de cinema” pode ser criado em um teatro, auditório, ou até mesmo em qualquer sala que possa ser escurecida com tecidos pretos ou papéis pardos nas janelas.

Todos os filmes infantis serão encaminhados gratuitamente ao município. Após a Mostra, eles devem ser incluídos no acervo municipal e ficar à disposição da população. É importante ressaltar que cada município selecionado deverá eleger um responsável pela realização da Mostra. Essa pessoa passará por um treinamento em Fortaleza com orientações, em data a ser marcada pelo ISN.

Lembrando que as inscrições se encerram no final desta semana!

Mais informações:

Instituto Stela Naspolini (85)4006.4058 / institutostelanaspolini@yahoo.com.br.

UNICEF e APDMCE inauguram brinquedoteca em Quixeramobim

Mais um município dá a largada rumo à promoção da cultura do brincar, do esporte e do lazer como direito de toda criança e todo adolescente. Quixeramobim recebe a brinquedoteca do Programa O Ceará Cresce Brincando, que desde 2007 tem entregado espaços como esse à população e capacitado educadores sociais brinquedistas em todo o Estado.

Crianças brincam na brinquedoteca de Pedra Branca/CE

Brinquedoteca de Pedra Branca/CE

Esta já é a 12ª brinquedoteca entregue pelo Programa. O espaço tem como público-alvo crianças de até 12 anos, mas as atividades propostas são dedicadas a todas as idades, inclusive porque busca incluir a família nas vivências do brincar e ainda promover um encontro intergeracional entre as crianças e seus pais e avós.

O lançamento acontece no próximo dia 6 de setembro, às 15 horas na Rua Dr. Gaspar, 864 – Centro, na antiga estação ferroviária de Quixeramobim, e contará com apresentações culturais e a fala das autoridades e parceiros presentes. A brinquedoteca de Quixeramobim servirá de base para a prática da próxima turma de educadores sociais brinquedistas que começam a ser formados ainda neste mês de setembro.

Ceará Cresce Brincando lança etapa II do Programa

Ontem (31) aconteceu o lançamento da nova etapa do Programa O Ceará Cresce Brincando (CCB), projeto que tem como foco fortalecer a cultura do brincar e do esporte educacional como um direito de todas as crianças e adolescentes. Desde 2007 o programa tem formado educadores sociais na área do brincar e implantado brinquedotecas públicas municipais, que estão servindo de espaços de referência do brincar para o município-sede e a região em que estão localizados.

21 novos municípios foram selecionados para esta segunda etapa que concentrará suas ações na Formação dos Educadores Sociais Brinquedistas. A Formação terá carga horária de 220 horas/aulas, divididas em quatro etapas, sendo a primeira delas entre os dias 19 e 21 deste mês de setembro.

Estiveram presentes no lançamento prefeitos, primeiras-damas e secretários municipais de Alto Santo, Aracati, Barbalha, Caridade, Crateús, Croatá, Deputado Irapuan Pinheiro, Eusébio, Farias Brito, Ibiapina, Marco, Meruoca, Pacoti e Tianguá.

Segundo Ana Márcia Diógenes, coordenadora do escritório do UNICEF para os Estados do Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte, “este é um momento de maturidade do projeto e também de todos nós parceiros. Primeiro vieram os filhos e vocês representam os netos do Ceará Cresce Brincando”. Rui Aguiar, oficial de projetos de educação do UNICEF afirmou que o Ceará já conseguiu reduzir a mortalidade infantil e o analfabetismo, agora é hora de se preocupar com um direito fundamental às crianças, o direito de brincar.

O CCB foi idealizado pelo UNICEF e Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará (APDMCE), contando com o apoio do Instituto Stela Naspolini (ISN) e da Companhia de Energia Elétrica do Ceará (COELCE).

Vídeo cearense aprovado em Festival Internacional de Curtas-metrangens

Dirigido por Rodrigo Paulino, o curta-metragem de ficção “Minha Família Formo Eu” traz à tona a discussão sobre os padrões sociais pré-estabelecidos que colocam a família heterossexual como norma. No vídeo, um jovem se questiona sobre a clássica árvore genealógica composta por um indivíduo masculino, outro feminino e um conjunto de pessoas descendentes destes que formam uma família. Tomado de coragem, o jovem tem a iniciativa de reverter os papeis e identidades pré-estabelecidos e construir um novo modelo de relação familiar.

Segundo a equipe de produção, o vídeo foi produzido ainda em 2010 com o objetivo de compor um dos quadros do Programa de WebTV Perpsectivas, mas depois de finalizado a equipe percebeu que ele tinha autonomia narrativa e começou a inscrevê-lo em festivais. Em agosto de 2011, o vídeo foi aceito no 22º Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo que traz a temática “Feminino no plural”. O festival acontece de 25 de agosto a 2 de setembro na capital paulista. Saiba mais

Mortalidade infantil em filhos de mães adolescentes é destaque em estudo

Todos os dias, nove crianças filhas de mães adolescentes morrem antes de completar um ano de idade. Esses bebês representam 20% do total de mortes infantis em todo o País. Isso significa que um quinto dos bebês que nascem no Brasil – 8.544 meninas e meninos filhos de mães adolescentes – morre anualmente por causas completamente evitáveis.

Esses e outros dados foram revelados pelo Estudo sobre as Políticas Públicas de proteção à saúde infantil e materna no Brasil: um olhar especial para os filhos de mães adolescentes, realizado pela organização não-governamental Visão Mundial.  O estudo será lançado na próxima segunda-feira, dia 5, às 16h no Cinema da Fundação Joaquim Nabuco, localizado no bairro do Derby, em Recife (PE).

O estudo traz ainda informações acerca do atendimento à saúde materno-infantil no País e fornece subsídios ao debate sobre possíveis maneiras de se combater a mortalidade infantil e materna no Brasil, focando na maternidade na adolescência.  A pesquisa foi feita por meio de análise documental a partir de publicações oficiais (dentre elas o DATASUS e SIGPLAN), apresentando um acompanhamento das Metas do Milênio, estabelecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU), e uma análise situacional entre os anos de 1990 e 2010. 

A pesquisa faz parte dos esforços da campanha da Visão Mundial Saúde para as Crianças Primeiro que pretende contribuir para a redução da mortalidade infantil e materna com foco na adolescência no Brasil. Sua meta é engajar líderes governamentais e sociedade civil na priorização de ações e decisões que diretamente diminuam a mortalidade nesse público até 2015. Os esforços estão alinhados às metas 4 e 5 das Metas do Milênio da ONU – reduzir em 2/3 a mortalidade infantil e promover a saúde materna, respectivamente. Saiba mais